Asas de ilusão


Asas de ilusão...
Voando e pousando...
No mar da incompreensão...
Deixando em portos...
Só desgostos...
Sonhos destroçados...
Amores mal amados...
Restos de melodias...
Cantadas sem a luz do dia...
Deixa a poeta na solidão...
Rimando versos...
Sem inspiração...
Sentindo a falta de amor...
De um abraço....
De voar...
Para seus braços...
E te amar...
Até me entregar...
Ao cansaço.
®IatamyraRocha

Comentários

Marcos Aquino disse…
Adorei o escrito, me fez refletir. Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Mulheres poetas

Lumes

A República