Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Equilíbrios

Imagem
Pular ondas amarelinhas sementes de pinhas na boca de um conde é fonte que não é rinha é ponte entre montes fecunda e marinha.
Pular ondas temporizadas é ato falho no mato das caladas é livre poema sem culpa sem vão letras de músicas faladas risco nas veias da contramão lavandas sempre pausadas.
Pular ondas tradicionalmente canta profundo eternamente celebra a vida de pontos enraizados é verso lavado na areia da mente ceia que sente e consome seus dados ornados de amor simplesmente.
Pular ondas monossilábicas só ouvindo música metálica sentindo pulos da natureza nuvem coesa em arábica infinita mesa dançando pureza semente clareza metalinguística.
Pular ondas ritmadas só deixando onda ir ondulada cachos sabem suas pontas gris passas águas salgadas sem ordem e gritos vis libertas palavras. - Iatamyra Rocha 

Dobraduras

Imagem
Foto e arte: meu arquivo pessoal. Iatamyra Rocha Page Facebook Iatamyra
Dobras no papel
risos nos riscos da esquina
embebidos no mel
entre as pernas da menina.

Pungente essas bandeiras
clementes ceias ao pão
ainda sente as tonteiras
ao pico de água e sabão.

Vida louca, vida breve
ainda nos ouvidos serenos
com pás de areias leves
nas veias anti venenos.

Não disse aquele grito
riachos são lama até o gozo
diacho! kiss salvou os ritos
a fé andava dentro do poço.

E agora Maria,José,Sofia,André
o que dizer dos rocks and rolls
dois cubos de pura maré
amar é on the gols.

Todo gigante dorme
na ignorância pré-estabelecida
desencadeando maquina fome
num celeiro sem comida.

E Chico amou Renata
que não amou Elis
que amou o que mata
mas a deixou feliz.

Enredo de escola de samba
sou bamba na brasilidade
danço na corda bamba
equilibrando minha verdade.

Fome de que?de quem?
libras, livras,livros me livram
a mercê,merci no orificiú de ninguém
na paz nem as lombrigas brigam.

E vou de origami
nervuras bem dobradas
não sou nenhum Kami
apenas ha…

Minuetos

Imagem
Ver original
Apreciar arte é ter simples apreço avaliar as linhas em parte verso de curvas sem preço. A beleza é o movimento das cores,das telas e do amor flores e impressões do momento atemporais no pincel do pintor. A cadeira é a pausa precisa do olhar perspectivas oriundas da história obtendo contra ponto de se encantar vista de pontos da memória. Van Gogh e Gauguin na poesia magia de tintas e vidas impressas na luz traçados únicos de tantos mares que havia amarelos nos tons que brilha a cruz. Nessa época reflete a palavra ao sentir todas introspecções reflexo no intimo da alma impulso novo aos corações. - Iatamyra Rocha  "Acredito cada vez mais que não se deve julgar o bom Deus por esse mundo, pois foi um estudo dele que saiu errado." - Vincent Van Gogh