Abril


Poderia fazer do vento
mensageiro
para que abril
deixasse seu perfume
o ano inteiro.

Imaginar que possuo asas
e nas pontas dos pés
tocar o mar
ir em voo rasante e cego
para algum lugar.

Poderia ter no peito
pedras
alicerce forte da razão
mas tenhos sonhos
revestindo meu coração.

Poderia fazer de abril
um verso constante
leve e delicado
como mãos
de um bom amante.

Poderia
quebrar espelhos
brindar à loucura..surtar
poderia ser só eu
e apenas amar.
Iatamyra Rocha


"Tardes de vento
até as árvores
querem vir para dentro."
Paulo Leminski

 
 
 
 

Comentários

O amor de mãe:
Funde a vida
numa única direção.
Numa interpenetração de desejos
de sentimentos,
e de destino...
CANTORA DEYSE MARANE PRA VOCÊ...
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0-nCaDHGwwA
A.S. disse…
Nada pode condicionar a nossa vontade... os nossos desejos!...


Beijos!
AL
olharomar disse…
Aqui cheguei ao seu blog através de "as tormentas" - fiquei deliciado com sua poesia. Parabens - pena que se tenha quedada parada desde 13 de Abril -
Uma onda de amizade lhe envio deste outro lado do oceano
Iatamyra Rocha disse…
Obrigada pela visita e por palavras tão bonitas...Bjs poéticos

Postagens mais visitadas deste blog

Mulheres poetas

Poemas: Fênix e Versos metafisicos

Flores roxas